Inteligência emocional no atendimento ao cliente: importância e 5 dicas para cultivar

Descubra as 5 principais dicas para melhorar a sua inteligência emocional no atendimento ao cliente e, assim, se tornar um profissional mais preparado para o mercado.

A inteligência emocional é uma das principais competências do profissional de atendimento nos dias atuais. Com os consumidores ganhando cada vez mais voz e poder de compra, é inevitável que o suporte das empresas precisem estar preparados para trabalhar.

E sabemos que não é nada fácil fazer o suporte aos clientes, mesmo nos casos mais simples. Lidar com a frustração alheia pode ser realmente desgastante para os profissionais e, por isso, a inteligência emocional — nesse caso — é um assunto tão importante.

Portanto, se você quer saber como desenvolver a inteligência emocional no atendimento ao cliente, não deixe de conferir 5 dicas essenciais para atingir esse objetivo. Continue lendo até o final.

1. Procure o autoconhecimento pessoal

O primeiro passo para cultivar mais inteligência emocional no atendimento ao cliente é se conhecer melhor como pessoa. O autoconhecimento é uma ferramenta importante para a identificação da personalidade, características pessoais e também dos limites psicológicos.

É claro que isso não é uma tarefa fácil e, possivelmente, seja uma busca eterna. Mas aprender a cada dia é essencial para atuar nessa área que, muitas vezes, pode ser bem desgastante. Portanto, vá atrás desse conhecimento para entender melhor quem você é.

Para que isso seja possível, aposte nos livros de autoajuda, terapia e testes de personalidade que podem dizer bastante sobre a sua vida. Busque o aprimoramento contínuo para evoluir como pessoa e, obviamente, como profissional.

2. Cultive a empatia pelo cliente

Esse é um dos requisitos mais importantes para atendentes e profissionais que atuam na linha de frente. Cultivar a empatia pelo cliente nem sempre é uma tarefa fácil, mas é possível exercitá-la diariamente.

O primeiro passo é entender que o cliente não está acionando o suporte para ofender ou atrapalhar a rotina de trabalho. Possivelmente, ele tem uma dúvida real, mesmo que seja simples, e não sabe como resolvê-la.

A partir dessa compreensão, é possível entender e respeitar as limitações alheias para ser mais empático no dia a dia. A aceitação das diferenças alheias tem um grande papel nessa hora. Aproveite!

3. Evite misturar papéis

Outro ponto importante para profissionais que desejam ter mais inteligência emocional no atendimento ao cliente é evitar, a todo custo, a mistura de papéis. Lembre-se que você não é seu trabalho e isso não pode ser confundido com a sua vida pessoal.

Mesmo que represente uma boa parte de nossas vidas, a profissão é apenas uma das tarefas que temos enquanto seres humanos. Também somos pais, mães, irmãos e estudantes — entre outras funções do cotidiano.

Com base nisso, seu processo de amadurecimento enquanto profissional será muito mais fácil. Ao receber um cliente insatisfeito, por exemplo, você não levará as reclamações como questões pessoais, o que tornará a rotina de trabalho muito mais fácil.

4. Trabalhe em busca da excelência

Mais um ponto importante para criar mais resiliência e inteligência emocional é buscar um trabalho excelente, onde o cliente seja o centro verdadeiro das ações.

Novamente, isso não é uma tarefa fácil, pois isso envolve retrabalhar a cultura da empresa. Mas, com muita insistência e compreensão da importância desse papel, é possível evoluir mentalmente e tornar o trabalho mais leve.

O cliente foi grosso? Responda com eficácia à solicitação. A empresa errou? Trabalhe prontamente para resolver a situação e agradar o consumidor. Lembre-se que superar expectativas é uma arma importante para profissionais de atendimento.

E isso, diretamente, vai te fazer uma pessoa mentalmente mais preparada para o trabalho.

5. Aprenda a pedir desculpas

Por último, temos uma atitude de muita humildade para fortalecer a sua inteligência emocional no atendimento ao cliente: a capacidade de aprender a pedir desculpas sinceras.

Esse é um passo importante para você, como profissional, mas também para a sua empresa, que terá bons feedbacks e será bem vista pelo mercado. Reconhecer o erro, pedir desculpas e, principalmente, agir para reverter a situação é importante para profissionais da área. Aproveite!

Aproveite para ler: Como pedir desculpas para um cliente: 4 dicas eficientes para recuperar a confiança

Mas, qual é a importância da inteligência emocional no atendimento ao cliente?

A inteligência emocional no atendimento ao cliente é importante para profissionais que querem ou precisam atuar na linha de frente, recebendo o público e dando a atenção necessária para resolver suas demandas.

Além disso, essa habilidade também evita afastamentos pela síndrome de burnout que, conforme estudo recente, já afetou 33 milhões de pessoas no país. Ou seja, é uma questão de preservar a saúde do corpo e também a sua carreira.

Por último, quando olhamos para a saúde mental por meio da inteligência emocional, temos um ganho imenso para a empresa, onde os profissionais de atendimento podem trabalhar satisfeitos e extremamente motivados em dar o seu melhor.

E isso vai beneficiar imensamente os resultados. Portanto, desenvolva a inteligência emocional para ser um profissional melhor e mais preparado para os tempos modernos.

Abrir Whatsapp
Escanear o código
Olá 👋 Posso ajudar? Dúvidas sobre nossas soluções: CRM, Timesheet ou Service Desk?